Rebocar moto?


Rebocar a moto, em casos de pane, é infração gravíssima, segundo os códigos de lei de trânsito. Isto porque oferece alto risco de acidente.


O ideal, portanto, é que se chame o serviço de guincho, gratuito em algumas estradas, de seguradoras, ou veículos que possam dar apoio, levando sua moto em segurança , tanto para a moto, quanto aos participantes do "resgate".

Por esta condição, é que quando se pilota em grupo, nunca o piloto com pane, permanece sozinho. Sempre amparado pelo grupo, um "anjo"(motociclista que ajuda) permanece, acompanha e auxilia o desenrolar do imprevisto a seu irmão de estrada. Procedimento este adotado pelo Carpe Dien Moto Turismo, e outros grupos de motociclistas.

Muitas motos, apresentam total contra-indicação de serem rebocadas,previsto em manual, pois afetaria seriamente o sistema de embreagem e transmissão, pois requerem a lubrificação do óleo, com o funcionamento do motor, para assegurar sua integridade.

Imprevistos são imprevistos, mas nem por isso, deve-se negligenciar a segurança. Portanto ser impulsionado por outro motociclista, com uso de apoio no estribo, por meio de cordas (perigosíssimo, requer extrema habilidade das duas motos para não ocorrer acidentes), ou usando apoio em outro veículo, são totalmente desaconselháveis.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Discurso de índio pataxó...

Rota 66 - EUA - "Diário de viagem"

F3K e F3J Planadores RC...

Símbolos do motociclismo

Quero ser motociclista...

Jesus fornecendo germes de aprendizado...

Lavagem de moto

Parque Ecológico Vale Verde - Betim / MG