Não basta ...

Muitos irmãos umbandistas, seguem e entregam seu tempo e disposição, aos ritos e trabalho abençoado dos mentores, sendo instrumentos para o conforto e crescimento da fé de qualquer irmão que se apresente para consulta-los.
O louvor a Zambi e seus Orixás, o fervor da participação nas giras, os ensinos apreendidos, maravilhosas experiências vividas, mas não bastam.
A Umbanda como qualquer outra religião, é uma escola. Uma escola onde fortalece-se o espírito para as solicitações do enfrentamento da vida, e de ensinos para a reforma íntima.
Não se iluda em somente participar do universo da umbanda, é necessário praticá-los em sua vida. Nosso Babalaô Sérgio da casa Águas de Oxum, sempre nos lembra, "Vestir o branco e participar das giras, por poucas horas por semana, não é nem de sombra, o que desejam nossos mentores e guias espirituais. Levar estes ensinos e praticá-los na vivência do dia a dia, sim".
Um mentor da casa, trabalhador da linha dos marinheiros, complementa ainda: 
          "- O marinheiro experiente, sabe como conduzir sua embarcação através das estrelas, posição do sol e conhece as correntes, e utiliza desses conhecimentos para traçar objetivos e onde deseja chegar. Acaso enfrente mares revoltos, consegue orientar-se e retomar sua jornada. Seja estrela para os menos experientes, seja bússola e orientação, a todos que Zambi permitir, em sua vida, na totalidade desta".
Só louvar, não basta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ouro Preto - MG

Rota 66 - EUA - "Diário de viagem"

Parque Ecológico Vale Verde - Betim / MG

Parque Sabina - Santo André/SP

Quero ser motociclista...

Brasileiro!!!!!

Boi Caprichoso Campeão de Parintins 2017