Pedidos aos Pretos Velhos e Pretas Velhas...

... aqueles que se põem aos pés dos Pretos Velhos e Pretas Velhas, - como devia ocorrer nos tempos do cativeiro, entre as crianças e seus sábios mentores nas senzalas -, buscam alívio material e espiritual, ajuda para transpor seus obstáculos na encarnação.
Pedidos, daqueles que com humildade pedem ajuda, aos obreiros de Zambi (Deus).
Mas cuidado, o termômetro da fé dentro da Umbanda, não deve possuir escala na solução das aflições dos filhos de Zambi.
Todos são atendidos, todos são amparados, segundo seu merecimento, necessidade e hora oportuna.
Infelizmente muitos acreditam ser desta ou daquela forma, o melhor apoio para as mazelas de que é criador, e se enganam, pois nem sempre o amor de Zambi nos brinda como queremos, resolvendo da forma que desejamos.
Povo escravo, inúmeras vezes seus filhos de lágrimas aos olhos, imploraram justamente, alívio da escravidão, mas esta era escola necessária para a evolução de espíritos em aprendizado.
Enquanto houver necessidade da dor material ou aflitivos sentimentais, esta poderá ser amenizada, mas definitivamente afastada somente por merecimento pessoal.
Não há como não ser cumprida a Lei de Xangô: "Quem deve paga, quem merece recebe".
Têm-se uma falsa idéia que as religiões e/ou cultos têm que mostrar seu valor pelas conquistas e soluções mundanas, enquanto pelo contrário, é de inteira responsabilidade do indivíduo, a conquista da paz e realizações, através da caminhada segura e iluminada pela fé, pela resignação e esforço.
Representação de Cipriano
Com amor, nos terreiros de Umbanda, o assistido é recebido com fraternal bondade, e sempre auxiliado a transpor seus martírios, amparado pelas mãos iluminadas de nossos Pretos e Pretas.
Outra informação importante, é que muitos pedem ajuda pois atravessam problemas de difícil solução, e não se dão conta, que mesmo aflitos e angustiados, já estão sob a proteção e ajuda espiritual, e que sem esta, poderiam estar envoltos a problemas e aflições muito mais profundas e incisivas.
Saravá São Cipriano, saravá minhas mães e pais pretos!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Discurso de índio pataxó...

Rota 66 - EUA - "Diário de viagem"

F3K e F3J Planadores RC...

Símbolos do motociclismo

Quero ser motociclista...

Lavagem de moto

Parque Ecológico Vale Verde - Betim / MG

Parque Sabina - Santo André/SP